Paraquedismo em Piracicaba

Para quem me acompanha no Instagram, já entendeu/percebeu/enjoou de ver que eu fiz a  loucura de saltar de para-quedas.

O que aconteceu foi: para comemorar o aniversário do meu namorado, ele decidiu que saltaria de para-quedas – e queria que eu fosse junto. Além disso, a missão de encontrar um lugar legal e seguro para fazermos isso era minha.

Pela internet eu encontrei a Atmos Paraquedismos. Entrei em contato pelo WhatsApp mesmo,  e eles atenderam muito bem, deram todas as informações necessárias e tiraram todas as dúvidas que tínhamos. Antecipadamente, só foi necessário fazer o agendamento (pelo menos 1 dia).

Além de ser um centro de queda livre, o lugar onde esse empresa está é muito gostoso para  simplesmente estar. Tem o restaurante Ras Bar, que serve café da manhã, almoço por quilo e, de noite, lanches com hambúrgueres artesanais. Os pufes espalhados pelo gramado dão ao lugar um ar de  “estar a vontade”, com uma música gostosa e o slack line esticado, é fácil ficar lá só curtindo.

Estávamos ansiosos? Sim! Quase morremos de medo? Com certeza! Gostamos da sensação? Sem dúvida! Nem que eu escreva um post gigante, eu não conseguiria explicar a sensação. Por isso, eu recomendo muito que todos que são viciados em adrenalina, experimentem.

Redes sociais da Atmos: Facebook  |  Instagram

Para ver cada momento dessa loucura, é só assistir o vídeo lá no canal.

Agora, aguenta a surra de fotos para ficarem com mais vontade de saltar também.

“Tudo e Todas as Coisas” para sentir-se vivo

O que te faz se sentir vivo? Trabalhar/estudar e conquistar coisas? Algum lugar específico que faz seu ritmo mudar? Um momento específico que faz seu coração desritmar? Ou um sentimento diferente que te faz sair do ar?

Maddy (Amandla Stenberg) precisa se manter viva. Desde pequena foi diagnosticada com Síndrome da Imunodeficiência Combinada, uma doença rara que faz com que seu corpo não combata vírus e bactérias. Por isso, sua mãe tornou a casa onde moram um castelo de vidro todo esterelizado. Assim, a menina, já aos 18 anos, nunca saiu de casa.

Seu contato com o mundo exterior começa através da janela de seu quarto quando Olly (Nick Robinson) se muda para a casa ao lado. Eles se tornam amigos virtuais, mas um sentimento diferente cresce entre eles, e a vontade de se verem pessoalmente cresce. 

Olly começa a alimentar nela vontades que antes eram só sonhos, como o desejo de ver o mar. E Maddy alimenta em si sentimentos antes desconhecidos, principalmente em relação ao menino e à própria mãe.

Filme baseado no best-seller com o mesmo nome, com atores desconhecidos – para que nso concentremos na história e o que ela fem pra passar, além de abrirmos o cinema para novas estrelas. E da diretora Stella Meghie, a mesma de “Como Eu Era Antes de Você”, ambos capazes de emocionar. 

Em uma passagem do filme, Maddy diz – parafraseando – que ela passou a vida toda se mantendo viva, mas ela precisava se sentir viva. 

O que me faz sentir viva? Acordar todos os dias? Poder trabalhar? Buscar realizar sonhos? Ou apenas amar, sentir…? 

E o que me faz permitir-me sentir viva? Ou você permitir-se sentir vivo?

“Um Tio Quase Perfeito” para a Sessão da Tarde

Já podem aposentar as reprises de “Operação Babá”, “A creche do Papai” e todos dos gênero que passam na Sessão da Tarde. Agora temos um filme nacional e e perfeito para o horário: “Um Tio Quase Perfeito”

Mário (Marcus Majella) é o tipo de fanfarrão que que ganha dinheiro de enganações e da arte de atuar na rua. Porém, se vê com uma dívida de R$5 mil com um chefão e está sendo despejado de casa, junto com a mãe (Ana Lúcia Torres) que não é muito diferente. Sua única opção, é pedir abrigo para a irmã (Letícia Isnard). Isso implica cuidar da casa dela, de três crianças e ainda conseguir dinheiro para pagar a dívida.

Uma pré adolescente nerd, um menino peralta e uma menininha curiosa. Esses são os sobrinhos de Mário. Agora, ou ele entra nos eixos, ou fica sem casa, sem família e sem um dedo (piada interna do longa).

Pra assistir sozinho, com os filhos, com os amigos, ou – principalmente – com os sobrinhos. 

Dia dos Namorados no Camping

Comecei a namorar recentemente e a gente ainda está nessa fase de muuito amor pra dar. Quem se identifica?

Moramos em cidades diferentes e o primeiro Dia dos Namorados juntos caiu numa segunda-feira. Faz como? Espera o fim de semana, né!? Que, por sinal, foi feriado. Perfeito! Vamos viajar! Mas, pra onde ir com pouca grana? Acampar!! Pega essa dica 😉

Em Itu/SP, 103km de São Paulo Capital e 54km de Campinas – Interior, tem algumas opções de camping e pousada. Achei o Camping e Pousada Carrion o mais em conta. Pagamos R$60 por casal a diária na promoção do mês de junho para campistas. Os valores mudam para quem escolhe fica nos chalés, que são pouco mais confortáveis.

O camping oferece piscina, fazendinha, playgraund, muita área verde, o banheiro limpinho e saídas de energia por toda a área de acampamento. Além de terem monitores para crianças no fim de semana, para aqueles casais que tem filhos.

Nesse feriado que fomos, Corpus Cristi, estava acontecendo a Festa Junina do camping em todas as noites com comidas típicas, música, casamento caipira, bingo e barraca de brinquedos.

Sobre a alimentação, existem várias opções. (1) se você vai de barraca por ser um valor mais em conta, pode levar equipamentos para fazer sua própria refeição. Como disse, há tomadas por toda a área de camping e você tem acesso fácil. Assim, você leva seus alimentos e economiza. (2) Caso você possa gastar um pouco mais, já que economizou nas diárias, pode fazer as refeições no restaurante do campingo, com valor de R$30 à vontade ou R$38 por kg para o almoço e cerca de R$20 reais o café da manhã. (3) Como nós não tínhamos os equipamentos para preparar comida, fizemos o seguinte: no mercado, antes de ir, compramos tudo o que necessário para o café da manhã reforçado – pão de forma, frios, iogurte, suco, manteiga, bolachas salgadas… Assim, tomamos café da manhã tarde, comemos no restaurante um pouco mais tarde que o normal e, de noite, fomos na festa junina e comemos um  pouquinho de cada coisa – vinho quente, caldo, churrasco, doces…

Adoramos o lugar e super indicamos para aquele final de semana de descanso, grudadinho com quem você gosta, e pra quem não pode gastar muito ☺️

PS: Aaah! E quem já é acostumado com esses lugares mais tranquilos e passeios baratos, pode deixar sua sugestão! Já estamos programando os próximos 😉